Beth Beltrão e sua mineiridade

0
Beth Beltrão e sua mineiridade

Beth Beltrão

Entre tanta diversidade no Festival e na cidade de Tiradentes, não poderíamos deixar de falar de um lugar que representasse a típica comida mineira. Opções não faltariam, são restaurantes que retratam a cozinha de nossas avós, temperos e aromas que nos levam a um passado distante que ficou apenas em nossa memória gustativa, e pessoas que exalam a paixão pela cozinha e o respeito pela sua cultura.

Conversamos com a autodidata Beth Beltrão, que defende a cozinha de coração em seu restaurante Virada’s do Largo. Há 19 anos em Tiradentes, Beth veio da Serra da Canastra para mostrar suas habilidades.

Ela, que já cozinhou no exterior e também para o presidente da república Luiz Inácio Lula da Silva, fala sobre a importância de gostar do que faz, “senão tiver amor pela cozinha, não tem curso algum que dê jeito”.

Beth também faz parte do Slow Food, movimento que busca harmonia entre a gastronomia e a biodiversidade. Ela mantém uma horta orgânica nos fundos de seu restaurante, de onde tira uma couve fresquinha, que minutos depois estará no seu prato.

“Beth catedrática da cozinha. Você é a alegria dos homens e a tristeza das galinhas”.