Festival de Tiradentes

0
Festival de Tiradentes

Pratos do Festin

Em sua 12ª edição, o Festival de Cultura e Gastronomia de Tiradentes, realizado entre 21 e 30 de agosto, contou com um público de 30 mil pessoas aproximadamente. O evento, que tem na organização Ralph Justino e Rodrigo Ferraz, faz parte do Circuito Brasileiro de Cultura e Gastronomia.

Na programação, foram apresentados festins, cursos, palestras e atividades culturais, como mostras, circo e shows. O Mercado da Cultura e Gastronomia, montado na cidade, foi sede de quinze cursos gratuitos com temas diversificados, da cozinha molecular ao tradicional pão de queijo. De chefs locais aos estrelados pelo Michelin, além de stands com marcas e produtos especiais.

O Largo das Forras recebeu o Botequim Oficial, espaço de confraternização e eventos especiais, como o almoço que reuniu pai e filha, no qual Eduardo Avelar e Aline Paiva prepararam pratos mineiros com toque francês.
Restaurantes de Tiradentes formaram o Tour Gastronômico, com pratos elaborados especialmente para o evento. E para quem pensava que a cidade tem apenas comida mineira, ficou surpreendido. A diversidade gastronômica no local é extensa, com a presença de culinária italiana, egípcia, árabe, latina, francesa, portuguesa e, é claro, muita cozinha mineira.

Para a advogada Maria Ribeiro Liro, que participou pela primeira vez, o evento consegue atrair todo o tipo de pessoa, “eu, por exemplo, não coloco o pé na cozinha, mas estou maravilhada com isso tudo, todos na rua sorrindo, é uma maravilha”.
Já para o professor de línguas e educação patrimonial Luiz Antônio da Cruz, o festival é importante para a cidade, pois divulga o local e traz movimentação na economia, contudo, “poderia haver maior intercâmbio entre moradores locais e visitantes”.