28.02.2013

Tendência: da culinária à gastronomia


Por Marina Albano

As cozinhas evoluíram e se propuseram a lidar de uma nova maneira com a comida, recontando histórias através banquetes e criando momentos de interação social em torno de uma mesa. Inicialmente, quando se falava de cozinha, as referências se restringiam aos livros de receitas da vovó, com inúmeras páginas de ingredientes e modo de preparo.

Através das mudanças sociais, o papel da alimentação se inverteu. Hoje, há uma valorização dos alimentos, tanto na maneira de fazê-los como na forma de consumi-los. Uma tendência do universo gourmet é de transformar pratos comuns, como uma costelinha com ora-pro-nobis, usando os mesmo ingredientes, em uma versão “fina”.

Todo país e região têm a sua culinária específica, com suas influências culturais e ingredientes típicos. No Brasil, do norte a sul, cada cultura dispõe de uma vasta combinação de insumos e hábitos alimentares.

O gastrônomo pode ser cozinheiro ou não necessariamente aquele que coloca a mão na massa. A gastronomia vai além da culinária que nossas avós praticavam. Hoje, se valoriza técnica, gestão e especialização quando se fala de comida.

Por favor, digite o texto da imagem abaixo

captcha