Ciça Roxo dá o tom da estação

0

Coluna de Ciça Roxo

No verão, com um calor de quase 40 ºC, só penso em beber. Comer, só se for algo muito leve. Vivo pensando no que poderá me refrescar, o que combina com a alegria que está no ar. Afinal, verão é uma estação cheia de vida, esplendorosa.

Eu e Joca, meu sócio, fazemos consultoria para bares e restaurantes, e um dos grandes sucessos são as nossas sangrias. Sangria é um dos drinks clássicos mais associados à Espanha. Lá cada família tem sua receita, todas apreciadas, das mais tradicionais às mais vanguardistas. Sua origem é incerta, alguns dizem que surgiu no sul da Espanha, na região de Andaluzia, ligada às touradas e ao ato de sangrar o touro.

Também há quem diga que surgiu na região de Navarra, no norte do país, aonde conectavam a cor avermelhada da bebida e sua douçura ao nosso sangue. Por fim, existe a hipótese de que sua origem está no Alentejo, em terras lusitanas.

O que todos concordam é que a sangria nasceu nas comunidades plebéias do sul da Península Ibérica, as quais misturavam vinhos a toda espécie de frutas que estivessem disponíveis. São congecturas que não podemos averiguar, mas uma verdade eu e qualquer apreciador da boa comida, e da boa bebida, sabemos.

A sangria só será deliciosa e sã se for feita com um vinho bom, bom o suficiente para ser bebido sozinho, caso contrário será um desperdício de frutas, de calorias e de horas gastas com dor de cabeça.

Sem deixar de lado o conceito e a tradição, imaginando como melhorar ainda mais um final de tarde avermelhada no Leblon, Joca tomou toda liberdade poética e criou a Sangria de Fresas, feita com espumante rosé, morangos e laranja.

No auge do calor, fizemos um evento particular, um pré-casamento para o filho de uma cliente que havia acabado de voltar de viagem recentemente e queria que usassemos os ingredientes que ela trouxe da Ásia, para assim dividir de alguma forma sua aventura com seus convidados.

Confesso que adoro estes desafios. Com as rosas secas que ela nos trouxe do Kasakistão fizemos uma infusão com chá de hibiscus e preparamos um refresco rosa com muito gelo.

Foi o grande acontecimento da festa, saiu mais do que cerveja, tanto quanto espumante e certamente mais do que refrigerante.

Que o verão seja bem vindo e continue nos inspirando.

Receita

Chá Gelado de Rosas e Hibiscus
Rende 1 jarra de 500ml

Ingredientes:
• 3 c de chá de chá de hibiscus (*Tee Gschwendner Nº1416)
• 500 ml de água mineral
• 1 colher de sobremesa de rosas secas
• 1 limão siciliano
• 1 colher de sopa de mel de Marineleiro de Tabira (Pernambuco) – ou outro mel puro e delicado
• gelo

Modo de Fazer:
1. Ferva a água e deixe o chá de hibisco em infusão por 5-10 minutos.
2. Peneire o chá e junte as rosas.
3. Lave bem o limão siciliano e corte-o em 6 pedaços.
4. Bata o limão com o mel e pouca água e peneire.
5. Misture a infusão ao caldo de limão batido e sirva em uma jarra com muito gelo e algumas folhas de hortelã.