A culinária da seleção campeã da Copa do Mundo

0

A culinária da seleção campeã da Copa do Mundo

Com o final da Copa do Mundo e a consagração da Espanha, todos os olhos se voltam para a nação campeã, que agora não é só o país das touradas, mas também do futebol. Apresentaremos aqui um pouco da culinária da campeã mundial 2010, que agora entra para o seleto grupo das oito seleções que já conquistaram a taça e mostra que sua cozinha também bate um bolão.

A cozinha espanhola é conhecida por sua originalidade na quantidade e combinação de ingredientes, com o uso constante de muito azeite de oliva, especiarias variadas e vegetais.

As tradicionais “tapas” são aperitivos servidos para acompanhar o vinho entre as refeições.  Antigamente, tapa era apenas um pequeno pedaço de queijo, presunto ou qualquer outro tipo de frios que servisse para “tapar” (daí a palavra) a taça, impedindo a entrada de mosquitos, comuns no verão. Hoje, as tapas estão mais sofisticadas, se transformaram em quitutes que não podem faltar em restaurantes e nas casas espanholas.

Por todo o país são conhecidas as “tortillas”, que consiste em um omelete com batatas, e as empanadas, que se comem durante o dia para “matar” e distrair a fome.

Quanto aos doces, são ricos em açúcar e amêndoas: folhados, tortas recheadas com doce, pudins de laranja. Na gastronomia espanhola cabe ainda referência aos “churros” fritos quentes e o “turrón” doce. Só com essa palhinha da pra concluir que a cozinha espanhola é digna de outro título mundial.

Mas a “paella” é o prato típico mais conhecido da Espanha, tendo na receita original infredientes como frutos do mar, frango e carne de porco. A mistura é inusitada e já ganhou até versão mineira. A comida é feita pelo Clube da Cozinha de Araxá, que reinventaram o prato com um jeitinho bem mineiro. Ingredientes típicos da culinária brasileira, em especial da mineira, como costelinha, lingüiça, cebola, pimentão e couve fazem parte da receita, que ganhou o nome de “paelha caipira”. O resultado final é um belo colorido, assim como na tradicional receita espanhola.